Revista de Odontologia da UNESP
https://www.revodontolunesp.com.br/article/588019467f8c9d0a098b508d
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Cirurgia ortognática no tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono – caso clínico

Oliveira, A. S.; Martins, L. C. S.; Gabrielli, M. A. C.; Pereira–Filho, V. A.

Downloads: 15
Views: 1559

Resumo

A configuração e as dimensões da via aérea superior são determinadas pelas estruturas anatômicas como: tecidos moles, esqueleto e musculatura craniofacial; que compõem ou circundam a faringe. Alterações anatômicas dos tecidos moles e/ou do esqueleto craniofacial podem tornar a via aérea superior mais estreita e estes pontos são os principais fatores etiológicos de um distúrbio cada vez mais diagnosticado conhecido como síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS). A cirurgia ortognática, utilizada na correção das deformidades dento-esqueléticas, causa efeito na morfologia da faringe e tem se mostrado um tratamento eficiente nos casos graves de SAOS por promover aumento da via aérea superior. Logo, nos últimos anos a cirurgia ortognática tornou-se uma opção no tratamento da SAOS, por meio da combinação do avanço maxilar, mandibular e do mento. Estudos têm demonstrado os benefícios do avanço do complexo maxilo-mandibular em pacientes com SAOS, que apresentam uma melhora em 67% a 90% dos casos. O avanço maxilomandibular parece alargar a via aérea superior e alongar a musculatura e tendões dessa região, mantendo os músculos velofaringeos e suprahióideos avançados em relação ao osso de origem. Objetivo desse trabalho será o de revisar a literatura pertinente e discutir um caso clínico de avanço maxilo-mandibular no tratamento da SAOS.

Palavras-chave

Síndromes da apnéia do sono; cirurgia ortognática; anormalidades craniofaciais.
588019467f8c9d0a098b508d rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections