Revista de Odontologia da UNESP
https://www.revodontolunesp.com.br/article/5df3ce1d0e88259a2873a14c
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Eficácia do uso de ultrassom descariador na remoção de lesões artificiais de cárie em dentina: estudo piloto

Priscila Borges Gobbo de MELO, João Felipe BESEGATO, Adilson Cesar de Abreu BERNARDI, Vanderlei Salvador BAGNATO, Alessandra Nara de Souza RASTELLI

Downloads: 1
Views: 99

Resumo

Visando uma abordagem conservadora na remoção das lesões de cárie, torna-se importante pesquisar dispositivos que minimizem o desgaste desnecessário da dentina sadia. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar in vitro a eficiência da remoção da dentina com ultrassom de baixa potência e a característica superficial após remoção de lesões artificiais de cárie pela taxa de remoção e imagens de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Foram obtidos espécimes de dentina bovina (n=10), por cortadeira de precisão, medindo 4x4x2 mm. Realizou-se análise da dureza Knoop superficial para padronização dos espécimes (37,5 ±1,9 KHN). Após, foram induzidas lesões artificiais de cárie na dentina durante 7 dias com cepas de Streptococcus mutans e Lactobacillus acidophilus (modelo biológico). A dentina cariada foi removida por 1 min, com os métodos:  G1–fresa esférica em baixa rotação (grupo controle) e G2-ultrassom descariador. Para avaliação da taxa de remoção, os espécimes foram pesados em 3 tempos: T1 (antes da indução), T2 (após a indução) e T3 (após a remoção). Realizou-se análise em MEV(200, 1000, 2000 e 5000x). Aplicou-se teste de Shapiro-Wilk e teste t para amostras independentes com nível de significância de 5%. Não houve diferença estatística entre os tempos T1 e T2 (baseline). Já entre os tempos T2 e T3, G2 apresentou menor taxa de remoção (p<0,0001, G1=3,72mg, G2=1,83mg). Observou-se que o ultrassom promoveu superfície sem ranhuras, quase livre de smear layer, diferentemente da fresa esférica. Conclui-seque o ultrassom descariador pode ser método eficiente para remoção conservadora da lesão cariosa em dentina.

Palavras-chave

Terapia por ultrassom; Cárie dentária; Biofilmes
5df3ce1d0e88259a2873a14c rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections