Revista de Odontologia da UNESP
https://www.revodontolunesp.com.br/article/61d84a9aa9539529c6580312
Revista de Odontologia da UNESP
Congress Abstract

Análise de protocolos de limpeza pós tratamento endodôntico para cimentação adesiva de pinos de fibra de vidro

Ana Paula Aparecida Raimundo Alves FREITAS, Cristiane de Melo ALENCAR, Wilfredo Gustavo ESCALANTE-OTÁROLA, Gabriela Mariana CASTRO-NUÑEZ, Milton Carlos KUGA

Downloads: 0
Views: 19

Abstract

Introdução: O estudo analisou os efeitos de diferentes protocolos de limpeza do espaço intra-radicular pós tratamento endodôntico para a cimentação de pino de fibra de vidro. Objetivos: Correlacionar os efeitos dos protocolos de irrigação com a resistência de união, padrão de fratura e penetração dentinária do agente cimentante. Material e método ou Conduta Clínica: Quarenta incisivos bovinos foram tratados endodonticamente e preparados para cimentação de pino de fibra de vidro. Os dentes foram separados em 4 grupos (n=10): Grupo 1 (controle) – hipoclorito de sódio 2,5%; Grupo 2 – água destilada; Grupo 3 – limpeza intra-radicular com escova rotativa; Grupo 4 – irrigação ultrassônica contínua. Após limpeza, os dentes foram irrigados com água destilada e secos com papel absorventes. Em seguida, o espaço intra-radicular e os pinos de fibra de vidro, foram preparados com o sistema adesivo etch-and-rinse e cimentados. O teste de push-out foi realizado nos terços apical, médio e cervical das amostras. O modo de falha e a penetração dentinária do cimento foram analisados através da microscopia confocal a laser. Para a análise estatística serão utilizados Análise de Variância (ANOVA) e teste de Tukey. Resultados: Os grupos 3 e 4 apresentaram valores de força de união mais elevados quando comparados aos grupos 1 e 2. Além disso, nos grupos 1 e 2, o terço apical apresentou menores valores de força de ligação quando comparados aos terços médio e cervical. A maior incidência de falhas do tipo adesivo foi encontrada no grupo 2, enquanto o grupo 4 apresentou maior penetração dentinária do agente cimentante. A maior resistência de união entre o agente cimentante e a dentina radicular foi apresentada nos grupos 3 e 4. O grupo 4 também apresentou a maior penetração dentinária do agente cimentante no pino de fibra de vidro. Conclusão: A escova rotacional em movimento contínuo ou irrigação ultrassônica contínua resultou em maior força de ligação do sistema de cimentação à dentina raiz; a agitação ultrassônica, maior penetração do sistema adesivo em dentina.

Keywords

Endodontia; técnica para retentor intrarradicular; adesivos dentinários
61d84a9aa9539529c6580312 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections