Revista de Odontologia da UNESP
https://www.revodontolunesp.com.br/article/doi/10.1590/S1807-25772013000400005
Revista de Odontologia da UNESP
Original Article

Perception of oral health by patients who use dental clinics

Percepção de saúde bucal em pacientes usuários de clínica odontológica

Nobrega, Lorena Marques da; Temóteo, Lorenna Mendes; Dias, Joselúcia da Nóbrega; Lima, Monalyza Myllenna S. M.; Fontes, Luciana de Barros Correia; Cavalcanti, Sérgio d'Avila L. B.

Downloads: 0
Views: 989

Abstract

Introduction: The use of clinical indicators to evaluate oral health status and the need for treatment is recognized as having limitations, and nowadays other factors, among them social and quality of life, have been used. Objective: The aim of this study was to evaluate the self-perception of oral health in adults using the Dental clinics at a public university. Methodology: This cross-sectional study had a sample of 86 participants. A questionnaire consisting of sociodemographic data and application of the GOHAI index were used. Descriptive statistical analysis was performed with absolute and percentage data, using the Epi Info. version 6 software program. Result: The majority of users were women (89.7 %); marital status: married (69.8 %); age-range from 35 to 38 years (39.6 %), they had completed high school (32.6 %), and had a monthly income from 1 to 3 minimum wages (79.1 %). Results of the GOHAI index were classified as low, presenting a score value of 27.06. Conclusion: A low index and negative impact of oral health conditions on the daily lives of the evaluated users was verified.

Keywords

Oral health, quality of life, adult health, health status

Resumo

Introdução: O uso de indicadores clínicos para avaliar o estado de saúde bucal e a necessidade de tratamento é reconhecido como tendo limitações, atualmente têm sido utilizados outros fatores entre eles os sociais e a qualidade de vida. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo a avaliação da autopercepção da saúde bucal, em adultos usuários das clínicas de Odontologia de uma universidade pública. Metodologia: O estudo do tipo transversal teve uma amostra de 86 participantes. Foram utilizados um questionário, constando dos dados sócio demográficos, e a aplicação do índice GOHAI. A análise estatística foi descritiva, com dados absolutos e percentuais, através do programa Epi Info. versão 6. Resultado: A maioria dos usuários era composta por mulheres (89,7 %), com estado civil de casadas (69,8 %), na faixa etária de 35 a 38 anos (39,6 %), tinham ensino médio completo (32,6 %), com renda mensal de 1 a 3 salários mínimos (79,1 %). O resultado do índice GOHAI foi classificado como baixo, apresentando valor do escore de 27,06. Conclusão: Foi verificado um baixo índice e impacto negativo das condições de saúde bucal na vida diária dos usuários avaliados.

Palavras-chave

Saúde bucal, qualidade de vida, saúde do adulto, condições de saúde

References

 


1. Alcarde ACB, Bittar TO, Fornazari DH, Meneghim MC, Ambrosano GMB, Pereira AC. A cross-sectional study of oral health-related quality of life of Piracicaba`s elderly population. Rev Odonto Ciência. 2010; 25: 126-31. http://dx.doi.org/10.1590/S1980-65232010000200004

2. Reis SCGB, Marcelo VC. Saúde bucal na velhice: percepção dos idosos, Goiânia, 2005. Ciênc Saúde Coletiva. 2006; 11(1): 191-9. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000100028

3. Nitschke I, Muller F. The impacto f oral health on the quality of life in elderly. Oral Health Prev Dent. 2004; 2(Suppl 1): 271-5. PMid:15646585.

4. Slade GD, Spencer JA. Social impact of oral conditions among older adults. Aust Dent J. 1994; 39: 358-64. http://dx.doi.org/10.1111/j.1834-7819.1994.tb03106.x

5. Martins AMEBL, Barreto SM, Pordeus IA. Auto-avaliação de saúde bucal em idosos: análise com base em modelo multidimensional. Cad Saúde Pública. 2009; 25: 421-35. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000200021

6. Atchison KA, Dolan TA. Developement the geriatric oral health assessment index. J Dent Educ. 1990; 54: 680-7. PMid:2229624.

7. Silva SRC, Fernandes RAC. Autopercepção das condições de saúde bucal por idosos. Rev Saúde Pública. 2001; 35: 349-55. PMid:11600923. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102001000400003

8. Atchison KA, Der-Martirosian C, Gift HC. Components of self-reported oral health and general health in racial ethnic groups. J Public Health Dent. 1998; 54: 301-8. http://dx.doi.org/10.1111/j.1752-7325.1998.tb03013.x

9. Martins CC, Bonanato KT, Valério DS, Moura Leite FR, Paiva SP, Vale MPP. Efetividade de uma técnica educativa na aquisição de conhecimentos por pais sobre uso reacional do flúor. Rev Odonto Ciência. 2006; 21: 105-11.

10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Disponível em: http://www.ibge.gov.br

11. Pinto VG, Lima MOP. Estudo epidemiológico de saúde bucal em trabalhadores da indústria: Brasil 2002-2003. Brasília: SESI/DN; 2006.

12. Brandini DA, Poi WR, Mello MLM, Macedo APA, Panzarini SR, Pedrini D, et al. Caracterização social dos pacientes atendidos na disciplina de Clínica Integrada da Faculdade de Odontologia de Araçatuba, UNESP. Pesq Bras Odontoped Clín Integr. 2008; 8: 245-50. http://dx.doi.org/10.4034/1519.0501.2008.0082.0020

13. d'Avila S, Souza LMM, Cavalcanti GMS, Lucas RSCC, Granville-Garcia AF, Cavalcanti AL. Nível de satisfação e condição socioeconômica dos usuários das clínicas de odontologia da Universidade Estadual da Paraíba. Rev Bras Pesqui Saúde. 2010; 12: 39-45.

14. Nassri MRG, Silva AS, Yoshida ET. Levantamento do perfil sócio-econômico de pacientes atendidos na clínica odontológica da universidade de Mogi das Cruzes e do tratamento ao qual foram submetidos: clínica endodôntica. RSBO: Revista Sul-Brasileira de Odontologia. 2009; 6: 272-8.

15. Nakamura CC, Gonçalves DR, Castro RFM, Closs OS. Perfil dos pacientes atendidos na clínica odontológica da Faculdade São Lucas, Porto Velho - RO. Saber Científico Odontológico. 2010; 1(1): 42-52.

16. Abdo EM, Lima RPE, Rodrigues AS, Alves LCF, Gomes CO, Passos JB, et al. Perfil do atendimento e dos pacientes das clínicas de exodontias da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Arq Odontol. 2004; 40: 183-96.

17. Reis SCGB, Santos LB, Leles CR. Clínica integrada de ensino odontológico: perfil dos usuários e necessidades odontológicas. ROBRAC: Revista Odontológica do Brasil Central. 2011; 20(52): 46-51.

18. Fernandes SKS, Coutinho ACM, Pereira EL. Avaliação do perfil socioeconômico e nível de satisfação dos pacientes atendidos em Clínica Integrada Odontológica Universitária. Rev Bras Promoç Saúde. 2008; 21: 137-43. http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2008.p137

19. Instituto Brasileiro d Geografia e Estatística (IBGE), 2004. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_impressao.php?id_noticia=283

20. Silveira RG, Brum SC, Silva DC. Influência dos fatores sociais, educacionais e econômicos na saúde bucal das crianças. Rev Méd Aeronaut Bras. 2002; 52(1): 34-9.

21. Melgaço CA, Miqueletti CCC, Cantoni HCL, Martins LHPM, Auad SM. Classificação econômica dos pacientes atendidos na clínica de ortodontia do departamento de Odontopediatria e Ortodontia da Faculdade de Odontologia da UFMG. Arq Odontol. 2001; 37: 115-20.

22. Kallestal C, Dahlgren L, Stenlund H. Oral Health behaviour and self-esteem in swedish children. Soc Sci Med. 2000; 51: 1841-9. http://dx.doi.org/10.1016/S0277-9536(00)00115-5

23. Lima LHMA, Soares MSM, Passos IA, Rocha APV, Feitosa SC, Lima MG. Auto percepção oral e seleção de alimentos por idosos usuários de próteses totais. Rev Odontol UNESP. 2007; 36:131-6.

24. Brasil. Ministério da Saúde. Projeto SBBRASIL 2010 pesquisa nacional sobre saúde bucal. Brasília; 2011.

25. Koposova N, Eriksen HM, Widstrãm E, Eisemann M, Opravin A, koposov R. Oral health-related quality of life among 12-year-olds in northern norway and north-west Russia. Oral Health Dent Manag. 2012; 11: 206-14. PMid:23208598.

26. Halvari AEM, Halvari H, Bjørnebekk G. Deci EL. Oral health and dental well-being: testing a self-determination theory model. J Appl Soc Psychol. 2013; 43: 275 - 92. http://dx.doi.org/10.1111/j.1559-1816.2012.00996.x

27. Moura C, Cavalcante FT, Catão MHCV, Gusmão ES, Soares RSC, Santillo PMH. Fatores relacionados ao impacto das condições de saúde bucal na vida diária de idosos, Campina Grande, Paraíba, Brasil. Pesq Bras Odontoped Clín Integr. 2011; 11: 553-9. http://dx.doi.org/10.4034/PBOCI.2011.114.16

28. Araújo PF, Silva EFA, Silva DD, Sousa MLR. Qualidade de vida em adultos e idosos que procuraram a Faculdade de Odontologia de Piracicaba para confeccionar próteses totais. Rev Odontol UNESP. 2008; 37: 109-16.

29. Vargas AMD, Paixão HH. Perda dentária e seu significado na qualidade de vida de adultos usuários de serviço público de saúde bucal do Centro de Saúde Boa Vista, em Belo Horizonte. Cienc Saúde Coletiva. 2005; 10: 1015-24. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232005000400024

30. Silva SRC, Castellanos RAF. Autopercepção das condições de saúde bucal por idosos. Rev Saúde Pública. 2001; 35:349-55. PMid:11600923. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102001000400003

 

588019587f8c9d0a098b50e3 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections