Revista de Odontologia da UNESP
https://www.revodontolunesp.com.br/article/doi/10.1590/S1807-25772013000400011
Revista de Odontologia da UNESP
Review Article

Mercado de trabalho na Odontologia: contextualização e perspectivas

Job market in dentistry: historical context and perspectives

Ferreira, Naiara de Paula; Ferreira, Aline de Paula; Freire, Maria do Carmo Matias

Downloads: 5
Views: 1249

Resumo

Introdução: Considerada uma profissão relativamente nova, a Odontologia vem passando por diversas transformações nas últimas décadas, referentes às crenças e concepções da sociedade acerca da profissão, à formação dos recursos humanos e ao perfil dos profissionais, bem como às tendências do mercado de trabalho. Objetivo: O objetivo deste artigo é discutir aspectos relacionados ao mercado de trabalho em Odontologia. Metodologia: Foi realizada revisão crítica da literatura, sendo selecionados artigos que versassem sobre aspectos conceituais do mercado de trabalho e do ensino odontológicos. Resultado: O conhecimento dos marcos históricos da profissão e das relações estabelecidas entre a categoria e a sociedade subsidiou as discussões sobre a situação atual e as tendências futuras da profissão. Conclusão: O cenário exposto indica que o sistema liberal de atenção em Odontologia está em crise; entretanto, com a superação dos paradigmas ultrapassados, relacionados à atuação profissional e ao direcionamento do ensino, é factível a sustentabilidade e a valorização da profissão.

Palavras-chave

Mercado de trabalho, recursos humanos em Odontologia, prática profissional

Abstract

Introduction: Considered as a relatively new profession, dentistry has undergone several transformations in the last decades, including the society’s beliefs and conceptions about the profession; the training of human resources and the professional’s profile; as well as the job market tendency. Objective: The aim of this paper is to discuss aspects related to the job market in Dentistry. Methodology: A critical view of the literature was conducted, being selected articles that talk about conceptual aspects of the labor market and dental education. Result: The above scenario indicates that the liberal system of care in dentistry is in crisis, however, to overcome the outdated paradigms, related to professional education and guidance is feasible sustainability and appreciation of the profession.

Keywords

Job market, dental staff, professional practice

References

 


1. Michel-Crosato E. Perfil da força de trabalho representada pelo cirurgião-dentista: análise epidemiológica dos profissionais que exerciam suas atividades na Prefeitura Municipal de São Paulo, 2007 [tese livre docência]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da USP; 2008. PMid:18425243.

2. Ayers KM, Thomson WM, Rich AM, Newton JT. Gender differences in dentists' working practices and job satisfaction. J Dent. 2008;36(5):343-50. PMid:18313826. http://dx.doi.org/10.1016/j.jdent.2008.01.012

3. Harris RV, Ashcroft A, Burnside G, Dancer JM, Smith D, Grieveson B. Facets of job satisfaction of dental practitioners working in different organisational settings in England. Br Dent J. 2008;204(1):16-7. PMid:18084190. http://dx.doi.org/10.1038/bdj.2007.1204

4. Hjalmers K. Good work for dentists--ideal and reality for female unpromoted general practice dentists in a region of Sweden. Swed Dent J. 2006;182(10):136.

5. Jeong SH, Chung JK, Choi YH, Sohn W, Song KB. Factors related to job satisfaction among South Korean dentists. Community Dent Oral Epidemiol. 2006;34(6):460-6. PMid:17092275. http://dx.doi.org/10.1111/j.1600-0528.2006.00297.x

6. Paranhos LR, Ricci ID, Bittar TO, Scanavini MA, Ramos AL. Análise do mercado de trabalho odontológico na região Centro-Oeste do Brasil. ROBRAC: Rev Odontol Brasil Central. 2009;18(41):48-55.

7. Paranhos LR, Ricci ID, Siqueira DF, Scanavini MA, Daruge Júnior E. Análise do mercado de trabalho odontológico na região Nordeste do Brasil. Rev Odontol UNICID. 2009;21(2):104-18.

8. Paranhos LR, Ricci ID, Scanavini MA, Bérzin F, Ramos AL. Análise do mercado de trabalho odontológico na região Sul do Brasil. RFO. 2009;14(1):7-13.

9. Paranhos LR, Ramos AL, Scanavini MA, Ricci ID. Análise do mercado de trabalho odontológico na região Sudeste do Brasil. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2009;63(1):57-63.

10. Paranhos LR, Ricci ID, Almeida Filho RP, Castro R, Scanavini MA. Análise do mercado de trabalho odontológico na região norte do Brasil. Rev Odonto. 2009;17(34):27-36.

11. Figueiredo BG. Barbeiros e cirurgiões: atuação das práticas ao longo do século XIX. Hist Cienc Saude. 1999;6(2):277-91. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59701999000300003

12. Zanetti CHG. As marcas do mal-estar social no Sistema Nacional de Saúde: o caso das políticas de saúde bucal, no Brasil dos anos 80 [dissertação]. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública da FIOCRUZ; 1993.

13. Capra F. Ponto de mutação. A ciência, a sociedade e a cultura emergente. 28a ed. São Paulo: Culturix; 1982.

14. Marcos B. Reflexões sobre ensino e saúde. Belo Horizonte: Littera Maciel; 1988.

15. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Projeto SB Brasil 2010: resultados principais. Brasília; 2011.

16. Conselho Federal de Odontologia. 2012. Dados do CFO [citado em 2012 Mar 10]. Disponível em: http://www.cfo.org.br

17. Feuerwerker LCM. Educação dos profissionais de Saúde hoje - problemas, desafios, perspectivas e as propostas do Ministério da Saúde. Rev ABENO. 2003;3(1):24-7.

18. Zanetti CHG, Lima MAU. Em busca de um paradigma de programação local em saúde bucal mais resolutivo no SUS. Divulg Saúde Debate. 1996; 13(1):18-35.

19. Lima AFA, Maciel RHMO. Condições de trabalho do cirurgião-dentista na assistência aos pacientes em consultórios particulares e de convênio. Rev ABO [online]. 2007;15(5) [citado em 2012 Out 24]. Disponível em: http://www.abo.org.br/revista

20. Brand AA, Chikte UM. Choosing dentistry as a career - part II - the meaning of motives. J Dent Assoc S Afr. 1992;47(1):509-12. PMid:9511636.

21. Meinicke BL, Tomacheski DF, Fadel CB, Baldani MH.Perspectivas do exercício profissional entre calouros e formandos do curso de Odontologia da Universidade Estadual de Ponta Grossa - Paraná. Odontol Soc. 2002;4(2):18-23.

22. Zanetti CHG. Algumas considerações sobre universidade pública e mercado de trabalho. Documento para discussão (Presidência da Comissão Especial para Estudos e Proposições de Projeto de Regulamentação dos Cursos de Especialização da Faculdade de Ciências da Saúde).Brasília: Faculdade de Ciências da Saúde, da UnB; 1999.

23. Wittemann JK, Currier GF. Motives to enter the dental profession: students, practitioners, faculty. J Dent Educ. 1976;40(1):265-8. PMid:1063169.

24. Hallissey J, Hannigan A, Ray N. Reasons for choosing dentistry as a career - a survey of dental students attending a dental school in Ireland during 1998-99. Eur J Dent Educ. 2000;4(2):77-81. PMid:11168467. http://dx.doi.org/10.1034/j.1600-0579.2000.040205.x

25. Crossley ML, Mubarik A. A comparative investigation of dental and medical student's motivation towards career choice. Br Dent J. 2002;193(1):471-3. PMid:12516673. http://dx.doi.org/10.1038/sj.bdj.4801599

26. Jover M, Doudoux D, Deveaux E. Representations of the dental surgery profession and the motivations given by second-year French students for applying for dental surgery. Eur J Dent Educ. 2006;10(1):2-9. PMid:16436078. http://dx.doi.org/10.1111/j.1600-0579.2006.00386.x

27. Kuusela S, Honkala E, Hausen H, Rwakatema D, Gyua I, Lampiranta M. Opinions of dental students in Dares Salaam (Tanzania) and in Kuopio (Finland) concerning studies and expectations for future career. Afr Dent J. 1993;7(1):6.

28. Brand AA, Chikte UM, Thomas CJ. Choosing dentistry as a career - a profile of entering students (1992) to the University of Sydney, Australia. Aust Dent J. 1996;41(3):198-205. PMid:8768646. http://dx.doi.org/10.1111/j.1834-7819.1996.tb04856.x

29. Vigild M, Schwarz E. Characteristics and study motivation of Danish dental students in a longitudinal perspective. Eur J Dent Educ. 2001;5(3):127-33. http://dx.doi.org/10.1034/j.1600-0579.2001.050306.x

30. Arbenz GO, Abramowicz M, Abramowicz M, Silva M. Motivos conscientes na escolha da profissão odontológica. Rev Odontol Univ São Paulo. 1973;11(1):101-10.

31. Almeida Jr E, Almeida RCA, Cabral OEJ. A escolha da profissão odontológica: motivação consciente. Odontologia Moderna. 1984;11(11):21-6.

32. Cruz ACS, Silva EMC. Motivos para a escolha da carreira odontológica. Rev Odontol Univ São Paulo. 1996;10(4):315-22.

33. Brustolin J, Brustolin J, Toassi RFC, Kuhnen M. Perfil do acadêmico de Odontologia da Universidade do Planalto Catarinense - Lages - SC, Brasil. Rev ABENO. 2006;6(1):66-9.

34. Freire MCM, Jordão LMR, Ferreira NP, Nunes MF, Queiroz MG, Leles CR. Motivation Towards Career choice of Brazilian freshman students in a fifteen-year period. J Dent Educ. 2011;75(1):115-21.

35. Slavutzky SMB, Bercht S, Lima LS. Perfil do calouro odontologia. Rev Fac Odontol Porto Alegre. 1992;33(2):3-15.

36. Freire MCM, Souza CS, Pereira HR. O Perfil do acadêmico de Odontologia da Universidade Federal de Goiás. Divulgação. 1995;10(1):15-20.

37. Carvalho DR, Carvalho ACP, Sampaio H. Motivações e expectativas para o curso e para o exercício da Odontologia. Rev Assoc Paul Cir Dent. 1997;51(4):345-9.

38. Pacca S, Corrêa L, Motta M. Auto-imagem do cirurgião-dentista: um estudo baseado em desenhos de alunos de graduação. RevABENO. 2003;3(1):82-5.

39. Costa ICC, Marcelino G, Saliba NA. Perspectivas de um grupo de alunos de odontologia sobre a profissão no terceiro milênio. Rev ABOPREV. 1999;2(1):38-45.

40. Queiroz MG. Óbvio ou obscuro: estudo das representações sociais dos alunos dos cursos de Medicina e Odontologia da UFG acerca de suas profissões. Cad Educação. 1998;6(1):45-60.

41. Slavutzky SMB, Abbeg C, Gross RF, Rosa MAC. Mercado de trabalho: perfil do acadêmico de odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Rev Fac Odontol Porto Alegre. 2002; 43(2):3-6.

42. Meinicke BL, Tomacheski DF, Fadel CB, Baldani MH. Perspectivas do exercício profissional entre calouros e formandos do curso de Odontologia da Universidade Estadual de Ponta Grossa - Paraná. Odontol Soc. 2002;4(2):18-23.

43. Aerts D, Abegg C, Cesa K. O papel do cirurgião-dentista no Sistema Único de Saúde. Ciênc Saúde Colet. 2004;9(1):131-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000100013

44. Morita MC, Haddad AE, Araújo ME. Perfil atual e tendências do cirurgião-dentista brasileiro. Maringá: Dental Press; 2010.

45. Brasil. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9394/96. Brasília: Art Graf; 1996.

46. Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Odontologia. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 4 mar. 2002. Seção 1, p. 10.

47. Lazzarin HC, Nakama L, Cordoni Júnior L. O papel do professor na percepção dos alunos de odontologia. Saúde Soc. 2007;16(1):90-101.

48. Secco LG, Pereira MLT. Formadores em odontologia: profissionalização docente e desafios político-estruturais. Ciênc Saúde Colet. 2004;9(1):113-20. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000100011

49. Delors J. Educação: um tesouro a descobrir. 6a ed. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO; 2001.

50. Cavalcanti C, Furtado A, Stahel A, Ribeiro A, organizadores. Desenvolvimento e Natureza: estudos para uma sociedade sustentável. INPSO/FUNDAJ, Instituto de Pesquisas Sociais, Fundação Joaquim Nabuco, Ministério de Educação, Governo Federal, Recife, Brasil. Outubro 1994.

51. Ely A. Desenvolvimento sustentado: uma abordagem holística e integrada da política, da economia, da natureza e da sociedade. Porto Alegre: FEPLAM; 1992.

 

5880195a7f8c9d0a098b50e9 rou Articles
Links & Downloads

Rev. odontol. UNESP

Share this page
Page Sections